Bombas para usinas de energia solar concentrada

Um dos mercados de energia que mais cresce em todo o mundo, já que o Sol é a fonte de energia renovável mais limpa e abundante disponível.

As usinas de energia solar concentrada (CSP), também conhecidas como usinas térmicas solares concentradas, combinam três sistemas principais para produzir eletricidade, coletando e concentrando a luz solar com espelhos e lentes em um fluido para transferência de calor (HTF). Através de um sistema de troca de calor, as bombas movem o HTF para aquecer a água e gerar vapor. O bloco de energia usa esse vapor para gerar eletricidade por meio de um gerador de turbina. Em todos esses sistemas, as bombas operam em serviços como: sal fundido, transferência de calor, alimentação de caldeiras, extração de condensado, água de resfriamento e serviços auxiliares.

Devido à sua natureza, as usinas CSP dependem muito da radiação solar direta. Elas têm uma operação variável, com partida e parada diárias, e exigem equipamentos de bombeamento para serviços pesados, capazes de suportar altas temperaturas e pressões. Para aumentar a eficiência, as usinas de energia solar concentradas armazenam o calor obtido durante o dia em sais fundidos, permitindo que continuem gerando eletricidade mesmo à noite. Os sais fundidos podem atingir temperaturas de até 600 °C (1100 °F), o que demanda bombas de transferência altamente projetadas(consulte Bomba VLT).

Pumps for concentrated solar power diagram

Clique na imagem para ampliar.


A experiência da Ruhrpumpen no mercado de geração de energia forneceu bombas altamente projetadas e de uso especial para serviços de CSP.

Projeto de referência: Central de Energia Solar ANDASOL III

O ANDASOL III, desenvolvido pelo Solar Milennium Group, é uma central de CSP na Espanha, com capacidade de fornecer eletricidade para 200.000 residências. O sistema conta com uma bomba HVN 12x17 para a bomba de fluido de transferência de calor de óleo sintético através das calhas parabólicas. Devido à operação variável e às partidas e paragens diárias, juntamente com temperaturas de até 400 °C que precisavam ser atingidas, a Ruhrpumpen selecionou esta bomba HVN com carcaça e rotor fabricados em aço cromado, além de sistemas de resfriamento e acionamentos de frequência variável.

Synthetic oil pump for CSP